Dr. Juarez Callegaro

Medicina e Psiquiatria Ortossistêmica

Logo transparente - Ortossistema
O OVO CAIPIRA, ECOLÓGICO (Parte 2)
<<< VOLTAR

5. O Brain Bio Center de New Jersey mediu o plasma das pessoas que comeram dois ovos por dia, durante 10 meses, e constatou uma elevação de Lisina, Treonina e Leucina. A Lisina é usada junto com a vitamina C por Linus Pauling e Mathias Rath para o tratamento de infecções, arteriosclerose, câncer e reumatismo. A arteriosclerose que leva ao infarto e derrame cerebral pode ser precedida pela microisquemia de certas depressões e posterior perda da memória três anos e meio mais tarde em pessoas idosas. As vitaminas B6, B9 (ácido fólico) e B12 do ovo protegem o cérebro da intoxicação pela homocisteína, que produz infartos cerebrais silenciosos nas áreas cognitiva (Alzheimer), afetiva (depressão) e psicomotora (Parkinson). Tais males, como acima foi salientado, triplicaram nos últimos vinte anos, coincidindo com a “fobia do colesterol do ovo” em todos os continentes.
   A Leucina produz glutamina que produz GABA, neurotransmissor responsável pelo controle do córtex frontal sobre a amígdala cerebral, inibindo pela vontade consciente (frontal) as reações desproporcionais (da amígdala) de luta, fuga e aproximação amorosa que caracterizam a falta de equilíbrio emocional. A Treonina atravessa a barreira hemato-liquórica e modula certas células que controlam a dor e o espasmo muscular e outras que via NMDA estimulam o pensamento criativo e a emoção prazeirosa.
   6. O ovo tem os aminoácidos Thiois (moléculas contendo átomos de enxofre) que compensam a deficiência destes mesmos thiois na soja, permitindo uma nutrição cerebral evolutiva, isto é, facilitam o amadurecimento do cérebro, por exemplo: a metionina protege da depressão por excesso de histamina e também gera o SAM que protege da depressão suicida por falta de serotonina e que gera a melatonina, esta protegendo da degeneração por radicais livres nos núcleos que fabricam a serotonina, a acetilcolina (perda da memória). Por isso, Pffeifer receita dois ovos por dia para a prevenção de Alzheimer. Na doença de Parkinson a proteção deve ser do núcleo que fabrica dopamina e na esquizofrenia principalmente o núcleo da noradrenalina. Quando acumula serotonina ela produz NGF, o fator de crescimento do neurônio que regenera as antenas (dentrites) junto com a taurina produzida pela cisteína do ovo. O NGF também regenera os cabos emissores (axônios), como faz a Acetil-L-Carnitina da carne vermelha mal passada. Além disso, o NGF estimula a síntese da noradrenalina que melhora o raciocínio e a memória e a síntese de antioxidantes responsáveis pela longevidade cerebral.
   Na depressão e esquizofrenia o equilíbrio dos receptores de dopamina e serotonina é feito como ômega 3 da linhaça ou do peixe, minerais, vitaminas e remoção de toxinas de metais, por exemplo, do intestino. Um grama de EPA bloqueia 80% de PLA2, geradora de D2-R e 5HT2-R que estão em excesso na depressão e esquizofrenia. Existem ovos ricos em EPA e DHA, imitando os “ovos gregos”, com dez vezes mais omega 3.
   7. A gema crua produz, a partir da lecitina, os fosfolipídios do tipo fosfatidil-serina, que induz a melhora da memória e depressão; fosfatidil-etanolamina que melhora 85% das crianças hiperativas com doença do distúrbio de atenção; fosfatidil-colina que também melhora a memória; e o fosfatidil inositol. Quando a alimentação é sincronizada com o exercício, provoca o sono profundo (delta) e o cérebro produz 50% do inositol. O inositol melhora a sensibilidade dos receptores de serotonina, evitando depressão, ansiedade, pânico e obcessão. Os quatro fosfolipídios junto com o esquema da linhaça previnem e até ajudam o tratamento da depressão (dificuldade de sentir prazer e baixa tolerância à frustração, imperfeição e crítica) e os componentes que acompanham (dependendo do temperamento) a ansiedade, a agressividade, a auto-estima oscilante. Além disso, o sono delta e o exercício físico, junto com a lisina do ovo, produz mais GH, ou seja, o hormônio da juventude que evita a obesidade, o diabete e as doenças cardio-vasculares, melhorando a performance mental e física.
   8. A clara deve ser cozida, para facilitar a digestão e a assimilação dos BCAA, aminoácidos que produzem 30% de energia muscular e constroem a massa muscular quando sincronizados com a musculação. Um dos BCAA, a leucina, produz glutamina que equilibra o ácido glutâmico e o GABA, os neurônios da excitação e inibição e ajuda a desintoxicar a amônia que provoca fadiga cerebral quando em excesso.

Dr. Juarez Nunes Callegaro
CRM 2494
Av. Carlos Gomes, 328 conj. 503
(51) 3379.1039 / 3379.1084



<<< VOLTAR
Dr. Juarez Callegaro
Rua Osvaldo Aranha, 1022 - sala 1218 (Edifício Baltimore) - Porto Alegre
Avenida Princesa Isabel, 323 - sala 404 - Rio de Janeiro
Copyright 2009-2019 © Publimed. Todos os direitos reservados.